Saúde

Se sua pasta estiver nessa lista, pare agora de escovar os dentes

Você acredita que escovar seus dentes todos os dias evita que seu sorriso fique amarelado? Sim? Pois saiba que dependendo da sua pasta de dente, você pode estar redondamente enganada!

Na verdade, dentistas já alertaram que algumas pastas de dente fazem exatamente o contrário: ao invés de manter os dentes saudáveis e branquinhos, no longo prazo essas pastas destroem a camada mais externa do dente, chamada de esmalte, deixando o dente sensível, o sorriso extremamente amarelado… e a autoestima lá embaixo!

Mas como? De acordo com dentistas, o culpado é um tal de “RDA” da sua pasta de dente.

O RDA é uma sigla em inglês que significa “Relative Dentin Abrasivity“, e é responsável por medir o grau de abrasividade da sua pasta, ou seja, o quanto a sua pasta consegue “lixar” o seu dente.

Você pode pensar que o RDA da pasta de dente é como o colesterol do seu corpo: quanto maior ele for, pior para você.

E assim como você deve parar de comer gordura se seu colesterol for maior que 110, você também deve parar de usar pastas de dente se o RDA delas for maior que 150!

Isso porque se você continuar escovando com pastas de RDA alto, você vai sim ver seus dentes mais branquinhos…

…mas não porque eles foram clareados, e sim porque você lixou para fora a parte do seu esmalte que estava amarelada!

E isso, bom, é um GRANDE problema para você, por dois motivos.

Primeiro porque, ao contrário da sua unha, cabelo, e pele, o esmalte do dente NÃO se regenera nunca mais!

Se ele for removido da sua boca… já era.

Ele NUNCA mais vai voltar!

E segundo, se você continuar usando pastas de alto RDA, conforme o esmalte vai ficando mais e mais fino, você acaba expondo a camada mais interior do dente, chamada de dentina (veja a foto abaixo).

Em branco temos o esmalte. Logo abaixo temos a dentina, que é amarelada e sensível. E por fim, temos a polpa, onde estão localizados os nervos.

Como você pode ver, a dentina é justamente a parte do dente que é amarelada, cheia de nervos e super sensível.

Se a sua dentina ficar exposta, além da cor natural dela deixar seus dentes amarelos iguais aos de alguém que fumou por 30 anos, os nervos sensíveis dela vão ficar à mostra, e a sensibilidade nos seus dentes vai ser tão grande que você não vai conseguir comer mais nada…

…e ainda por cima vai ter que gastar um braço e uma perna em cirurgias caríssimas para se livrar da dor horrível que os dentes sensíveis causam!

Por isso, se você está atualmente usando alguma pasta que promete “clarear seus dentes”… pare imediatamente!

No longo prazo, essas pastas apenas vão destruir seus dentes, seu sorriso, sua autoestima e sua conta bancária.

Mas então, agora que você sabe disso, o que você deve fazer?

Nunca mais escovar os dentes? Na verdade, não é bem assim.

Hoje, no blog Atmosfera Feminina, vamos explicar o passo-a-passo para não só ter uma boca saudável, mas também ter dentes brancos como neve.

Nós separamos três dicas: primeiro, vamos te entregar uma lista com as pastas de alto RDA, daquelas que estragam os dentes. Isso vai fazer com que você pare de escurecer ainda mais os seus dentes.

Depois, vamos passar quais pastas de dente você deve usar. São pastas naturais e 100% seguras. Essas pastas vão proteger os seus dentes, porém não vão deixá-los brancos.

Por isso, a última dica será um método para clarear os dentes em casa, de forma 100% segura e extremamente rápida! Em apenas 14 dias já é possível ver resultados maravilhosos.

Preparados para melhorar esse sorriso?

Vamos lá:

Segredinho 1 – pare imediatamente de usar pastas de dentes com alto RDA

Geralmente as pastas de alto RDA possuem “whitening” escritas na embalagem, pois elas prometem branquear os seus dentes (eles só esquecem te de dizer que é através do lixamento deles!)

Por isso, tente procurar pastas mais simples, daquelas mais baratinhas ou naturais, que não prometem nada. Essas pastas vão cuidar da saúde da sua boca e não vão lixar seus dentes.

Um exemplo desse tipo de pasta perigosa é o que você encontra na foto abaixo:

Muito cuidado com as pastas “Whitening”, pois elas lixam os seus dentes!.

Como você pode ver, a embalagem diz bem grande “WHITENING” ali.

Eu infelizmente tive que tirar a marca da foto, pois senão eles poderiam nos processar. Porém, você já sabe: nada de pastas whitening!

Além disso, vou colocar abaixo uma lista com diversas pastas de dente do mercado, classificadas por ordem de RDA.

Se sua pasta estiver na parte azul ou verde, então tudo bem.

Agora, caso você esteja na parte amarela ou vermelha, é melhor tomar cuidado!

Se sua pasta de dente estiver nessa lista, pare de escovar os dentes!

Ou seja: se sua pasta estiver na parte amarela ou vermelha dessa lista, cuidado!

Segredinho 2 – comece a usar pastas de dente naturais e de baixo RDA

Agora, qual pasta de dente usar?

A minha opção pessoal são pastas naturais, que possuem um baixo valor de RDA. Vou postar uma foto da que eu uso para vocês verem:

Pasta de baixo RDA da marca Natural. Além de não lixar os dentes, a pasta não possui químicos que agridem nossa saúde.

Essa pasta tem duas vantagens incríveis: primeiro, ao contrário das pastas de alto RDA, essa pasta natural não lixa os dentes.

Ou seja: ela apenas protege nossa boca sem causar mal algum.

E segundo: como ela é feita de ingredientes naturais, ela não possui os elementos químicos perigosos para nossa saúde!

Por fim, vamos para o último segredinho, onde vamos ensinar como clarear os dentes em casa.

Segredinho 3 – use carvão ativado de baixo RDA para clarear os dentes naturalmente

Agora que você já parou de lixar seus dentes, você precisa devolver o branco que eles tinham.

Porém, se você não quer gastar uma nota preta com dentista e não quer sofrer com a dor terrível da sensibilidade, existe uma segunda alternativa natural, barata, que você pode fazer em casa mesmo, e melhor: que não agride o esmalte dos seus dentes!

Essa segunda alternativa é apenas usar uma mistura à base de carvão ativado de baixa abrasividade nos seus dentes, duas vezes ao dia, durante 14 dias.

Se você acha que eu fiquei maluca ao sugerir passar carvão nos dentes, fique calma que você já vai entender.

Primeiramente, saiba que, ao contrário do que você pode estar pensando, o carvão ativado de baixa abrasividade não é nada parecido com o carvão vegetal, aquele que você usa para fazer churrasco aos domingos.

O carvão vegetal tem um RDA alto e é extremamente abrasivo.

Por causa disso, ele iria lixar os seus dentes num piscar de olhos, mais rápido que as pastas de alto RDA que existem por aí.

Já o carvão ativado é diferente.

Ele é feito através de cascas de coco queimadas a exatos 800 graus celsius, em um ambiente sem nenhum oxigênio.

Após a queima, as cascas de coco se transformam num pó fino e cheio de poros, com um RDA de apenas 70, ou seja, completamente seguro para seus dentes!

De fato, esse RDA é tão baixo, mas tão baixo, que ele é MENOS ABRASIVO que a pasta de dente natural que indiquei acima!

O mais interessante é que por causa desses poros, o carvão ativado tem uma carga magnética negativa, capaz de atrair substâncias de carga magnética positiva.

Isso é importante porque 99,9% dos pigmentos que se grudam nos seus dentes possuem polaridade positiva.

Por isso, ao entrar em contato com os pigmentos amarelados do seu dente, o carvão ativado funciona como um ímã que suga e atrai essa pigmentação.

Após algumas escovações, você percebe que os pigmentos vão sendo eliminados, e seus dentes ficam branquinhos como neve, lisos, e extremamente limpos.

E melhor: por causa desse funcionamento como um ímã e seu baixíssimo RDA, ele não lixa seus dentes e protege 100% o seu esmalte, atacando apenas os pigmentos que deixam seu sorriso amarelado.

Para você entender melhor como o carvão ativado funciona, veja o vídeo abaixo:

[video_player type=”youtube” style=”1″ dimensions=”560×315″ width=”560″ height=”315″ align=”center” margin_top=”0″ margin_bottom=”20″ ipad_color=”black”]aHR0cHM6Ly93d3cueW91dHViZS5jb20vd2F0Y2g/dj1yXzBLcWRZVGZXWQ==[/video_player]

Como você pode ver, o carvão ativado funciona como um ímã que atrai todo o líquido azul que está contaminando o copo de água. Quando você escovar seus dentes, ele vai fazer a mesma coisa com as impurezas que deixam seu sorriso amarelo!

O resultado é que, ao escovar seus dentes com esse carvão ativado de baixo RDA, você consegue remover o sorriso amarelo da sua boca sem riscar os seus dentes, sem comprometer sua saúde, sem pagar um braço e uma perna por clareamentos no dentista, sem ter que parar de comer e beber o que você gosta, e sem sofrer com a sensibilidade horrível nos dentes!

Maravilhoso, não é mesmo? O carvão ativado é uma alternativa 100% natural e 100% segura ao clareamento convencional no dentista.

Porém, antes de você sair comprando qualquer carvão ativado por aí, você precisa ter certeza que foi feito para ser usado nos dentes.

Ou seja: que ele tem um baixo RDA! Isso é MUITO importante!

Senão, você só vai lixar os seus dentes, porém dessa vez com carvão, o que é muito mais perigoso.

No Brasil, existe uma marca que produz esse carvão ativado confiável, com RDA baixo, chamado de Carboblan, que é o que eu uso.

Vou postar uma foto para vocês darem uma olhadinha:

Carboblan, clareador dental de baixo RDA.

O Carboblan é um carvão ativado específico para clareamento dental, que possui um abrasividade de apenas 68, ou seja, menos da metade do RDA das pastas clareadoras altamente abrasivas.

Ele é justamente aquele carvão ativado que consegue atrair os pigmentos amarelos do seu sorriso… porém sem lixar nem um milímetro sequer do precioso esmalte dos seus dentes.

E além do baixo RDA que impede o Carboblan de “lixar” seus dentes, a fórmula também leva na sua composição a argila kaolin, um composto responsável por alcalinizar a gengiva e manter a saúde bucal, e também o óleo essencial de laranja, que evita que bactérias ruins se desenvolvam na boca, contribuindo para eliminar o mau hálito.

Com duas escovações por dia durante apenas 14 dias, já é possível observar os benefícios incríveis do Carboblan no seu sorriso.

No primeiro dia, os pigmentos que amarelam seus dentes são ligeiramente removidos, e uma sensação de limpeza já pode ser sentida na boca.

Após oito dias, o Carboblan já teve tempo de atrair uma boa parte dos pigmentos que mancham o seu dente, e você consegue perceber os resultados no espelho.

Aquele sorriso de hollywood branquinho como neve já começa aparecer… e você provavelmente já vai começar a sorrir mais!

Porém, é após quatorze dias que a diferença realmente ocorre. Aqui, não só você vai perceber a diferença, mas também as outras pessoas à sua volta vão perguntar se você fez algum tipo de clareamento, e vão elogiar os seu novo sorriso.

O Carboblan não é vendido em farmácias e nunca vai ser. Os fabricantes preferiram cortar o distribuidor e vender o produto exclusivamente no site oficial da marca, assim eles conseguem passar esse desconto para você, que é o consumidor final.

Por isso, se você tiver interesse em experimentar esse produto maravilhoso, basta CLICAR AQUI E IR AO SITE OFICIAL DO PRODUTO.

Esse clareador é um pouco caro, porém acho que vale a pena, pois ele é muito mais barato que o clareamento no dentista, e também porque os fabricantes oferecem garantia de resultados.

A garantia funciona assim: se por algum motivo você não gostar de qualquer coisa sobre o Carboblan (qualquer coisa, até mesmo o tom de preto do pote), basta enviar um email para [email protected] e solicitar seu reembolso, que eles vão imediatamente devolver cada centavo que você pagou.

Bom, gente por hoje é isso.

Em resumo: pare de usar pastas altamente abrasivas, comece a usar pastas naturais, use carvão ativado de baixa abrasividade para deixar os dentes brancos.

As dicas são: pare de usar pastas de alto RDA, use pastas naturais, e use cartão ativado de baixo RDA.

Espero ter ajudado!

Beijos,

Estela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *